• Basic & RedLook plus size
  • demaquilante TolerianeResenha
  • rendas & metalLook Plus Size
  • ColorStay Under Eye Concealer Corretivando
  • Hard as nailsResenha
Basic & Red1 demaquilante Toleriane2 rendas & metal3 ColorStay Under Eye Concealer 4 Hard as nails5
HTML5 Scroller by WOWSlider.com v5.2

Wishlist de aniversário – Outubro / 2014

Outubro sempre foi o meu mês preferido, afinal são várias datas divertidas reunidas: Dia das Crianças, meu aniversário, e a mais legal de todas: Halloween. Vai ter post sobre Halloween em breve, mas hoje vim aqui falar sobre aniversário, afinal esse ano completo 22 anos de vida, e nada melhor para comemorar do que voltar com as wishlists aqui do blog!

wishlist de aniversário

1 – Caixa de chás Twinnings - sou super adepta a chás e já estava querendo há tempos um lugarzinho só pra guardá-los. Quando vi essa caixa da Twinnings linda toda trabalhada no vermelho e dourado, e ainda por cima recheada com diversos chás da marca, foi amor à primeira vista!

2 – Canon 50mm f/1.8 - Há anos venho desejando uma cinquentinha, acho lindo o resultado das fotos com ela e sempre quis testar uma lente fixa. Esse ano o foco da minha lente estragou, mais um motivo pra colocá-la na wishlist (ganhei de presente adiantado, obrigada família <3)

3 – Clarisonic - Mais um item há tempos desejado, mas como minha pele está meio surtada nos últimos tempos, tô ainda mais curiosa pra testar e ver se funciona. Pensando seriamente em me auto-presentear.

4 – Aviador Ray Ban - Amo óculos estilo aviador, e como o meu estragou tô super a fim de comprar um Ray Ban, afinal é um clássico, então super vale o investimento

5 – Base em pó Shiseido Pureness - a Shiseido é super reconhecida  por seus pós faciais e produtos para pele oleosa, e como estou nessa vibe pele rápida ultimamente, tô curiosa pra testar a base em pó da marca (pena que o preço aqui no Brasil é tão absurdo =/ Ia comprar quando viajei para o Uruguai, mas não tinha da minha cor de palmito)

6 – Hidratantes e óleos corporais - nunca fui de usar hidratantes, mas a idade vai chegando e a gente começa a sentir necessidade. Agora já virou um hábito e tô amando!

7 – tapete de Yoga - tem vários vídeos com aulinhas fáceis de Yoga e alongamento pra praticar em casa rolando por aí, então enquanto eu não começo com as aulas em si, já vou treinando no modo easy (e alongando muito, porque não tem nada melhor que alongamentos depois de um dia maluco de trabalho e academia).

8 – Livros! - Acho livros em geral uma ótima opção de presente para a maioria das pessoas, e lógico que amo ganhar livros de presente! Ilustrei esse “desejo” com o livro 5 das crônicas de gelo e fogo que é o que falta pra completar a coleção dos publicados até agora.

9 – Curvex do Shu Uemura - mais um desejo de infância, que na verdade nem sei porque fico adiando a compra, afinal é uma ferramenta consideravelmente barata de maquiagem, e pelo que dizem por aí, deve dar um super resultado, ainda mais para uma #escravadecurvex como eu hahaha

10 – Escova rotativa Conair - quem acha que deixar cabelos curtos bonitos é fácil, nunca teve cabelo curto ou tem uma genética maravilhosa. Já fiz progressiva, mas as pontas do meu cabelo só ficam obedientes com a boa e velha escova, e acho que esse gadget facilitaria horrores a vida.

11 – Camiseta “Why so Sirius” - tô adorando essa coisa de usar camisetas como uniforme do dia-a-dia, e adoro camisetas divertidas. As camisetas inspiradas em Harry Potter da Astray são o máximo nesse aspecto. Eu quero!

12 – Mochila (discreta) para equipamento fotográfico - morro de medo de sair por aí com meu amado equipamento fotográfico e ser assaltada, então nada melhor do que uma mochila para câmera que não pareça estar transportando uma câmera. Pena que até agora só encontrei modelos nesse estilo no eBay. Se alguém souber de algum outro lugar que venda, me avisa nos comentários!

Ufa! A wishlist ficou bem grande, mas acho que compensou esse tempo sem posts nessa categoria, né?

E você, tem algum item na sua wishlist de outubro? Me conta nos comentários!

Sobre preconceitos absurdos e por um mundo melhor

570001b3dba5a7468817e743deb1b224Tenho presenciado (e sofrido) tanto preconceito besta nos últimos tempos que fica meio difícil de acreditar que estamos em 2014 e somos uma sociedade tão evoluída em alguns outros aspectos.
Diversidade é uma coisa tão linda, gente! Tanto a diversidade de tamanhos e de cores, quanto a diversidade de pensamentos, sejam eles sobre religião, orientação sexual, ou sobre tantas outras coisas que podem divergir de um pro outro.
Fico pensando em como isso começou e quando as pessoas resolveram que viver limitado por tantas barreiras poderia ser algo interessante.
Já sofri (e às vezes ainda sofro) preconceito por ser gorda, por me vestir diferente, por pensar diferente da maioria em diversos tópicos.
Aí me coloco no lugar dos meus amigos homossexuais, que sofrem preconceito por uma coisa ainda mais intrínseca em suas vidas e perco a fé na humanidade.
Se uma pessoa não se ama e se sente extremamente segura como é, ela com certeza vai acabar perdendo um pouco da sanidade diante de tudo isso.
Eu não estou pedindo pra você, homofóbico, gordofóbico, whateverfóbico mudar o seu pensamento, porque imagino que isso seja extremamente complicado pra alguém com a mente tão limitada e que já viveu por tanto tempo sendo esse ser desprezível. Eu só peço que você respeite. Assim como você se ama com todas as suas características, defeitos e qualidade, as pessoas conseguem – veja só! – se amar sendo gays, mulheres, negras, gordas, baixas – é, eu sei que pode parecer difícil pra você acreditar, mas elas conseguem. E o mais incrível de tudo eu vou te contar agora: isso não afeta em nada sua vida (ou pelo menos não deveria).
E a partir do momento em que as pessoas se amam do jeito que são e abrem a mente pra enxergar o mundo de maneira menos negativa e limitada, elas passam a dedicar seu tempo a serem pessoas melhores, se divertirem e se tornarem pessoas cada vez mais felizes e livres. Dizem por aí que se a quantidade de pessoas que pensam dessa forma aumentasse, o mundo seria um lugar muito mais agradável de se viver. Não parece incrível?
A você, querido amigo quadrado e preconceituso: recomendo a experiência.

 

(Me desculpem pelo “desabafo”, mas tava engolindo muita coisa nos últimos tempos e o episódio absurdo com senhor-político-babaca-que-nem-precisa-ser-nomeado ontem foi a gota d’água. Além de me sentir ofendida por todos os homossexuais e pela humanidade, me senti ofendida como ser humano, por ser uma pessoa que não pretende ter filhos e não achar que sou um peso morto no mundo por um motivo tão banal).